Em homenagem ao Emigrante

Emoção da Tourada á portuguesa animou a vila de Nespereira

2012-08-21
Foi um grande espectáculo a Corrida de Touros à Portuguesa, realizada no primeiro Sábado de Agosto, na vila de Nespereira, uma iniciativa gizada para prestar uma simbólica homenagem ao emigrante e trazer a beleza da tauromaquia nacional, para estas terras durienses.

No inicio do mês de Julho foi na Feira da Malhada, em Tendais, agora foi a vez da vila de Nespereira, pela mão dos empresários “ Irmãos Correia “, receber a “ aficion “ taurina e o espectáculo da tauromaquia portuguesa, acolhendo um cartel de luxo numa praça montada para o efeito, instalada na zona da Vista Alegre, onde outrora o Nespereira FC fazia os seus grandes jogos de futebol.

A crise que se vai acentuando cada vez mais e o preço dos bilhetes, não permitiram ter as bancadas repletas, o que foi pena, mas mesmo assim, o publico presente empolgou-se, gostou do espectáculo e vibrou com as lides dos seis excelentes touros da famosa ganadaria Santos Silva, de Coimbra.

Contrariamente ao que fora ampliamente anunciado, o consagrado Joaquim Bastinhas não actuou, em virtude da forte lesão contraída numa colhida na Monumental de Albufeira no final de Julho, mas o Mestre de Elvas deu a cara na praça e o público gostou do gesto do toureiro, que nesta jornada taurina, foi substituído pelo conhecido Tito Semedo.

Rui Salvador estreou a arena e, apesar de não ter os cavalos na melhor forma, esteve em bom plano, assim como Tito Semedo que conseguiu cativar a plateia, apesar de ter sofrido uma forte colhida junto à trincheira, mas o “ show “ da tarde veio com a exibição fabulosa de Marcos Bastinhas, que lidou com arte e beleza, o touro mais corpulento que esteve em praça, protagonizando uma lide que ficará na memória de todos.

O filho de Bastinhas mostrou que está num momento exuberante da sua carreira e arrecadou em Nespereira o prémio para a melhor lide e, a continuar assim, certamente que o trofeu " Cavaleiro da Temporada " não lhe vai fugir este ano. A ver vamos ...

Marcelo Mendes também esteve em grande nível, arrancando aplausos numa boa actuação, e os cavaleiros praticantes Alexandre Gomes e David Gomes não desiludiram, e mostraram na praça de Nespereira, o seu verdadeiro valor e dedicação à arte taurina, com destaque para David Gomes que, embora já na penumbra, terminou a lide em apoteose, optando por dois ferros curtíssimos em simultâneo.

Os grupos de Forcados Amadores de Arronches e Coimbra, capitaneados respectivamente pelo Cabo Ricardo Nunes e Cabo Luis Santos, foram valorosos nas várias pegas realizadas e souberam merecer, pela valentia demonstrada, o aplauso e o carinho do publico presente, que deu por bem empregue o dinheiro gasto nesta Corrida de Touros, a segunda a ser efectivada nesta freguesia cinfanense.

A organização, a cargo dos empresários Irmãos Correia, esteve impecável e nada falhou, evidenciando -se uma notavel prestação da Banda Musical de Nespereira que animou a corrida e emprestou ao espectaculo um excelente cornetim, que soube dar as " ordens " aos toureiros e forcados, enquanto os classicos bandarilheiros se mostraram à altura dos acontecimentos, ajudando ao sucesso da festa.

No final, Mário Leitão, autarca de Nespereira, embora reconhecendo que faltou mais publico, fez um balanço positivo do evento e mostrou-se feliz pela sua freguesia, receber uma iniciativa desta envergadura e todo o verdadeiro entusiasmo da festa brava, esperando que um dia, o encanto do espectaculo da tauromaquia, possa voltar à vila de Nespereira.


Paulo Bento
2012-08-29 | 15:20
Absurdo tirar prazer do sofrimento de um ser vivo...era fazer o mesmo a quem gosta disto..e a quem organizou isto.

Adicionar comentário