Morreu o Zé...

2011-09-05
«Zé do Meio Quilo»
Depois de ter pasado muitas daquelas que até o diabo não quer, não mais o Zé enfrentará as dificuldades resultantes da íngreme subida entre a Feira, sítio que elegeu como sendo o seu predileto paradeiro e a Vista Alegre onde sempre morou.

Nos últimos anos mereceu da parte da Associação de Solidariedade Social (ASSRN) as melhores atenções, sendo que diariamente tinha à porta comidinha quente e a palavra amiga que os carentes tanto apreciam.

Anos atrás foi vezes sem conta até Reriz e demandava volta e meia os lugarejos que bem conhecida algures perto de Regoufe e Rio de Frades, terriolas onde nos tempos do minério imperara o vigor que seu progenitor punha nas negociatas de então.

De pequena estatura - no que se refere ao peso toda a gente sabia quanto "valia"... - muitas vezes fez frente a outros bem mais encorpados, umas vezes com razão, outras sem ela, mas lá ía sobrevivendo.

Com a morte do Zé Gonçalves, desapareceu uma figura carismática da nossa terra, mas como o povo diz, a vida é assim!

Paz à sua alma!

Adicionar comentário

Maio Cultural