Passeio anual do Grupo Cultural e Desportivo de Pindelo

2012-07-02
 Passeio anual do Grupo Cultural e Desportivo de Pindelo
Agendado para o passado dia 17 de Junho, foi nesse mesmo dia que teve lugar, já que nem as nuvens que se levantavam, bem como a incerteza do tempo, causaram quaisquer impecilhos de modo a inviabilizar tal passeata.

Todos quantos participaram,sabiam de antemão que algures lá para os lados de Amarante ou Braga, estalicariam a toalha de modo a poderem dar cabo dos lautos farneis.

A primeira paragem aconteceu precisamente em Amarante e porque ali o convívio foi algo prolongada, deu para muitos visitarem o bonito parque que ladeia o Tâmega, outros demandarem os clautros do lendário convento de S. Gonçalo, juntando-se na granítica esplanada, a muitos oriundos de Espanha, França e outros países.

Porque a fama de casamenteiro é ali avivada por muitos carentes ou apressados em ver no anelar a mítica argolinhana que simboliza a união para o bem e para o mal, dá gosto ver toda a gente alinhadinha, a caminho do altar onde é venerado S.Gonçalo, sendo que aqui e ali, namorados ou a caminho desse estatuto, deixam-se fotografar para a posteridade.

Presses feitas, apêlos registados, o grupo de Pindelo rumou ao Bom Jesus, em Braga, em cujos jardins com frondoso arvorêdo, deram cabo dos ditos farneis, numa repartiçao fraterna e amigável. Foi pena que a chuva, tão miudinha quanto impertinente, fizesse levantar todo o pessoal.

Mesmo assim, depois duma demorada visita ao imponente santuário, bem como ao parque que se estende atá à urbe bracarense, todos entenderam que seria de dar força ao velho ditado "não há duas sem três", e foi assim que improvisaram umas "mesas" numa zona ao lado das portagens do Marco, sendo assim que se deu seguimento a um dia bem passado.

Dentro do grande autocarro, uns e outros improvisavam os costumados despiques, enquanto a maioria assistia satisfeita, a caminho da nossa Nespereira.

E é com o registo dum desabafo na altura que damos por concluída esta abordagem:

Foi coelho, frango assado
foi chouriça e salpicão
foi um dia bem passado
foi mantida a tradição!


Parabéns, GCD de Pindelo!

Adicionar comentário

Maio Cultural